“Talvez eu seja a ovelha negra da família, mas uma ovelha boa, que sempre fez tudo certinho, dá melhor forma possível, porém o meu certo sempre visto como o errado. Quiçá, o problema seja justamente esse, a minha bondade exagerada.”
Camila Cardoso.  (via sustentadora)
“Ela é assim, doce como um limão e dura como manteiga.”
Ela é uma torta, ajeitada.  (via floricoteca)
“Por fora, calmaria.
Por dentro, pleno caos.”
Hanna, ditografada.   (via verbografos)
“Escuto Legião Urbana, Cazuza e Cássia Eller. E não, não me nomeio clichê por isso, pelo ao contrario, me sinto lisonjeada. Gosto de quem escreve aquilo que sente, que canta e através do canto é possível ver-se a alma. Hoje em dia estamos vivendo em um caos, banalizando tudo o que encontramos pela frente. O amor é facilmente comparado com um pirulito de coração vendido por 25 centavos na padaria. O que diriam Renato, Cássia e Cazuza, se em um dia ensolarado se encontrassem para tomar uma cerveja gelada e ter aquele simples papo? Já pensou nisso? Eu, particularmente quando deito a cabeça no travesseiro para descansar, pego-me a suspirar “ Disparo contra o sol, sou forte, sou por acaso. Minha metralhadora cheia de mágoas, eu sou o cara”. Quando levanto pela manhã vejo-me a sussurrar “ Todos os dias quando acordo, não tenho mais, o tempo que passou”. E uma vez ou outra arrisco-me uns acordes no violão ao som de: “Eu não minto, eu não sou assim. Ninguém sabia e ninguém viu.”. E você, o que costuma fazer? Está mais no que na hora de acordarmos para vida e ditarmos á nós mesmos “ Brasil, mostra a tua cara”. Porque ultimamente nem sei mais onde estou e nem com quem ando convivendo. É possível escutar com certa clareza muito “nhenhenhe” e nada de útil para se guardar. Aprender nos dias de hoje tá custando caro, não pelo sentindo pago da coisa, e sim, pelo válido.”
Camila Mendes.   (via rubidea)
“Olho para trás e vejo aquela menina que queria entender tudo, com medo de que não coubesse tamanha quantidade de informação dentro de si. Coube e ainda cabe. E quanto mais entra, mais sobra espaço para a dúvida. Compreendo hoje que nunca entenderei a morte, os sonhos, a sensação de dejá-vu e as premonições. Nunca entenderei por que temos empatia com uma pessoa e nenhuma com outra. Não entendo como o mar não cansa, nem o sol. Não compreendo a maldade, ainda que a bondade excessiva também me bote medo.”
Martha Medeiros.   (via trovejo)
“Porque o silêncio de quem se ama machuca tanto?”
Collins.  (via acarretou)
“Mas antes de partir eu quero lhe perguntar uma coisa: Se é verdade, que antes de morrermos a gente vê um filme da nossa vida inteira, como você vai se sentir ao perceber que passou mais da metade de sua vida, em frente à um computador?”
Ciceero M.   (via expressao)

Aprenda que: Amores eternos podem acabar em uma noite. Grandes amigos podem se tornar inimigos. Nem sempre as pessoas que amamos nos amam da mesma maneira. Ouvir os outros é o melhor remédio e o pior veneno. A gente nunca conhece uma pessoa de verdade, afinal demoramos uma vida inteira para conhecer a nós mesmos. Os amigos que te apoiam na hora da queda são muito mais fortes do que aqueles que te empurram. O “nunca mais” nem sempre se cumpre. O “para sempre” sempre acaba. Ainda não inventaram nada melhor do que colo de mãe. Você sempre vai se surpreender , seja com os outros, ou até com você mesmo. Você vai cair e levantar milhões de vezes e ainda não terá aprendido tudo.

Sabe aquele tipo de garota que no fundo, você sabe que não vai ter outra igual? Pois é, é ela! Tem um jeito arrogante e mimado, uma forma de demonstrar que gosta, mesmo que suas palavras digam que não. Ela tem uma falta de atenção, uma perda de memória que chega a ser exagerado, a ponto de esquecer o que conversou com você mais cedo. Ela te deixa imaginando coisas absurdas, mas que só vão se realizar com ela e mais ninguém. Ela não é o tipo de garota meiga e melancólica, ela sabe a medida certa. Ela vai brigar com você de minuto a minuto, por coisas bobas, ela vai te encher o saco até se você não comer bem. Mas cara, é o jeito dela. Ela só vai agir assim, porque ela realmente gosta de você. Não pense que o programa de sexta a noite com os amigos vai ser melhor do que ver um filme com ela, não pense que os outros abraços vão trazer o conforto do dela, não pense que outros beijos serão “melhores” que os dela, pois não vão ser. E sabe por quê? Ela é única, só ela tem aquele jeitinho de falar, aquele sorriso tímido e aquelas piadas sem graça que acaba tendo graça de tão ruim que é. Não a magoe, não minta pra ela, não a faça sofrer, não a faça te odiar… Ela é única. Eu sei disso, e tive de aprender da pior maneira possível. No fim, ela vai te fazer feliz, então, cuide dela. Por favor.

“Primeiramente se ame. Goste do seu corpo, da sua voz e do seu jeitinho. Aceite a mania que você tem de se apegar ou se desapegar. Goste do seu cabelo seja ele ondulado, crespo, liso, enrolado… Fique contente ao se vestir, pois você se veste para si mesmo; para se agradar. Goste do seu andar e do seu falar. Seja sua voz fina, grossa, roca, ou de qualquer outra maneira.Goste do seu andar seja ele torto, reto, apressado ou lento. Ame o seu peso, e caso não se contente, se esforce até gostar. Se contente com sua altura. Se contente com você e com o seu eu. Se contente com seus jeitos e manias.Goste do seu sorriso, pode ser tortinho, amareladinho, mas sorrir faz parte da felicidade. Goste da maneira como gesticula ou como pega gírias rapidamente. Goste de sua mania de sentir. Goste da sua maneira de demonstrar ou não o amor. Goste de você. Ame a si mesmo. Ame. Ame mesmo. Se namora, para depois pensar em amar outro alguém.”
Aluga-se Felicidade, Se namora. (via n-o-v-o-h-e-r-o-i)

mists e hefck